União das Sociedades Espíritas
Intermunicipal de Piracicaba

Pesquisa por Casas Espíritas Afiliadas

ESPIRITISMO E AS DOENÇAS – PROVAS CIENTÍFICAS

 

 

 

CIENTISTAS FINLANDESES  ACABAM DE PROVAR QUE TUDO ISSO É VERDADE. 

O PENSAMENTO E AS EMOÇÕES PREJUDICAM OU AJUDAM A SAÚDE DO CORPO.

 

Fizeram um mapa do corpo humano  mostrando onde a emoção atinge o corpo.

 

( Provas cientificas - Publicação no final da página)

 

Pelo que depreende do estudo do Espiritismo, as doenças nascem do Espírito. Os maiores causadores de doenças são a raiva, a mágoa, as frustrações, o rancor, a inveja, o sentimento de culpa. São esses sentimentos que provocam as doenças do corpo físico.

Todos os dias os jornais divulgam novas pesquisas sobre os benefícios ou malefícios de determinados alimentos em nossa saúde. Também tem sido muito difundida a recomendação da prática de exercícios físicos para a manutenção e melhora de nossa saúde física e emocional.

 

Assim como muitas pessoas, tenho cuidados com a alimentação e pratico exercícios físicos regularmente. Desde que sem exageros, sabemos que esses hábitos só têm a contribuir para o nosso bem-estar.

 

O que é bem menos divulgado

é que,

do mesmo modo que somos responsáveis pela saúde,

também somos responsáveis pelas doenças.

 

 AS DOENÇAS NASCEM NÃO SÓ DO DESCUIDO COM O CORPO,

MAS 

PRINCIPALMENTE DO DESCUIDO COM AS NOSSAS EMOÇÕES.

 

Os maiores causadores de doenças são a raiva, a mágoa, as frustrações, o rancor, a inveja, o sentimento de culpa. 

São esses sentimentos que provocam as doenças do corpo físico.

As emoções atingem imediatamente o corpo físico, que serve como um dreno por onde escoam essas energias negativas. Só que muitas não escoam, não fluem, ficam presas ao corpo físico e se manifestam em algum órgão em forma de doença.

Todas as doenças se originam do espírito. O que não tem origem nesta vida tem origem em reencarnações passadas.

Muitas pessoas não aceitam este fato, ou só o aceitam parcialmente. Mas não há como fugir a essa constatação.

O corpo físico é apenas reflexo do corpo astral (ou perispírito). Tudo o que está registrado em nosso corpo astral se manifesta em nosso corpo físico.

Você conhece pessoas que são viciadas em doenças. Falam de suas doenças com carinho, com uma espécie de orgulho. No ambiente de trabalho, em casa, na fila do banco, em qualquer lugar é possível ver pessoas competindo para ver que é mais doente. Trocam informações, nomes de remédios, não omitem nenhum detalhe de seus sintomas e dores.

 

A doença é o modo que muitas pessoas carentes de afeto acham para chamar a atenção. 

 

Quanto mais detalhes mórbidos, mais atenção despertam. É um modo de serem ouvidas, consideradas. Se apaixonam pelas próprias doenças. Quando você encontra alguém assim, a primeira coisa que ela faz é lhe passar o relatório completo de suas doenças.

Onde dói, como dói, o que ela tomou, o que o médico disse, o que o outro médico disse.

Se algumas dessas pessoas ficassem curadas de repente, perderiam o sentido da vida. Claro que não são todas as pessoas doentes que gostam de suas doenças.

 

Há pessoas que nascem com doenças graves, com limitações físicas que terão que suportar pela vida toda. Outras adquirem qualquer moléstia ou enfermidade no decorrer da vida, e a cura nem sempre está ao seu alcance.

Nem todos se conformam. Muitos se acham injustiçados, acham que a vida está errada e questionam a Justiça Divina.

 

NÃO ACEITAM O FATO DE QUE SÃO ELAS MESMAS QUE CAUSARAM OU ESCOLHERAM SUAS DOENÇAS.

 

Mesmo dentro do Espiritismo há quem ache essa abordagem muito dura. Acham cruel generalizar. Ficam comovidas com casos de doenças graves em crianças ou pessoas sabidamente boas. A dor dessas pessoas dói nelas.

 

Não sou insensível. Com a popularização das redes sociais, todos os dias nos deparamos com imagens de pessoas que sofrem de doenças terríveis. Mas se aceitamos que somos os responsáveis pelos nossos atos, que colhemos o que plantamos, que nossos males morais foram provocados por nós mesmos e que compete a nós modificá-los, por que seria diferente com os males físicos?

São as nossas emoções que provocam as doenças. A cura também passa pelas nossas emoções. Não estou dizendo que devemos abrir mão da medicina, pelo contrário. Temos que aproveitar os avanços que conquistamos.  

MAS A CURA, REAL, VERDADEIRA E DEFINITIVA PARA QUALQUER MAL QUE ATINJA O NOSSO CORPO ESTÁ NO CONTROLE DAS NOSSAS EMOÇÕES. 

 ”Artigo publicado originalmente no site www.espiritoimortal.com.br de autoria de Morel Felipe Wilkon.”

 

CIENTISTAS PROVAM, O QUE OS ESPIRITOS ENSINAM,

AS EMOÇÕES PROVOCAM ALTRAÇÕES NO CORPO,

COM CONSEQUENCIAS BOAS OU  MÁS  PARA A SAÚDE.

 

CIENTISTAS  PROVAM QUE

EMOÇÕES PROVOCAM ALTERAÇÕES NO CORPO.

 

 

CIENTISTAS  FINLANDESES MAPEIAM SENSAÇÕES CORPORAIS

GERADAS POR TIPO DE EMOÇÃO

 

 

Do UOL, em São Paulo

03/01/201407h00 

 publicado no periódico 

Proceedings of the National Academies of Sciences (Pnas).

A equipe de pesquisadores contou com 701 participantes em três paises. 

 

 O "calor" das emoções em nosso corpo: acima, da esquerda para direita, raiva, medo, nojo,felicidade, tristeza, surpresa e neutralidade; abaixo, ansiedade, amor, depressão, desprezo, orgulho, vergonha e inveja

 

PELA ORDEM ACIMA,  

 RAIVA,  MEDO,  DESGOSTO,  FELICIDADE,  TRISTEZA,  SURPRESA,  NEUTRO,

 ANSIEDADE, AMOR, DEPRESSÃO, DESPREZO, ORGULHO, VERGONHA, INVEJA.

 

O "calor" das emoções em nosso corpo: acima, da esquerda para direita, raiva, medo, nojo, felicidade, tristeza, surpresa e neutralidade; abaixo, ansiedade, amor, depressão, desprezo, orgulho, vergonha e inveja

Quando a vergonha ataca, você costuma sentir um calor terrível tomar conta da face? E seu estômago "embrulha" quando está ansioso? Todo mundo sabe que as emoções geram sensações físicas, mas, agora, cientistas decidiram mapear essa percepção.

O estudo, realizado por finlandeses, foi publicado no periódico Proceedings of the National Academies of Sciences (Pnas). A equipe de pesquisadores contou com 701 participantes. Eles foram convidados a colorir as partes do corpo cuja atividade sentiam aumentar ou diminuir ao visualizar determinadas palavras, histórias, filmes ou expressões faciais. As sensações mais fortes eram pintadas com cores quentes (amarelo e vermelho), enquanto as mais fracas, com cores frias (azul e preto).

O mapeamento confirmou aquilo que as pessoas muitas vezes descrevem ao relatar emoções fortes. A raiva foi expressa por manchas amarelas e vermelhas bem fortes na cabeça, no pescoço, no tórax e nos braços. Já a felicidade foi marcada por tons iluminados da cabeça aos pés. No extremo oposto aparece a depressão, ilustrada com tons de azul e preto em todo o centro do corpo - sugerindo uma sensação de vazio.

Quase todas as emoções geraram mudanças na região da cabeça, provavelmente pelo desejo que as pessoas sentem de franzir a testa, sorrir, abraçar alguém ou dar um soco. Já sensações no sistema digestivo e na região da garganta foram mais fortes quando os sentimentos eram de ansiedade ou desprezo.

Participantes da Finlândia, de Taiwan e da Suécia pintaram mapas corporais semelhantes, sugerindo que as descrições não são limitadas a determinada cultura ou idioma.

Os autores observam que, fisiologicamente, a maioria das emoções testadas no estudo só causam uma pequena alteração na frequência cardíaca ou na temperatura da pele. Mas, pelos resultados, dá para concluir que os estados mentais geram percepções subjetivas no corpo - e o curioso é que elas são basicamente as mesmas para todo mundo.

 Aperto no peito, frio na barriga, cabeça quente. Quem nunca usou essas expressões para traduzir uma emoção?

 

 

 SURGINDO   AS   DOENÇAS    PSICOSSOMÁTICAS

 

processo  no qual  “TRANSFERIMOS” para o organismo a carga emocional decorrente de problema que estamos vivendo, por armazenar suas tensões no corpo. 

 

No organismo,  cada grupo celular específico, possui funções próprias.

Como é de se esperar, os nossos sentimentos  e emoções negativas ENVOLVEM essas células dificultando o seu normal funcionamento,  dando origem a  DOENÇAS. 

 

 

NOTA: A REPETITIVIDADE DE CERTAS EMOÇÕES NEGATIVAS VÃO CAUSANDO MOLÉSTIAS, ENFERMIDADES NO ORGANISMO. ISTO É PELA SUA REPETIÇÃO CONSTANTE.

 

 Somos um complexo processo biológico e espiritual no qual nada está separado Foto: Getty Images

Somos um complexo processo biológico e espiritual no qual nada está separado

Foto: Getty Images

 

 

 

QUANDO A VERGONHA ATACA,

VOCÊ COSTUMA SENTIR UM CALOR

TERRÍVEL TOMAR CONTA DA FACE?

 

E SEU ESTÔMAGO "EMBRULHA"

QUANDO ESTÁ ANSIOSO? 

Cientistas americanos da Universidade de ROCHESTER, nos Estados Unidos, criaram  na década de 90,  uma nova ciência

 - a    PSICONEUROIMUNOLOGIA

que estuda a relação entre  PENSAMENTOS,   emoções,

comportamento  e o sistema imunológico do ser humano.

Vem conseguindo provar cientificamente  que fatores psicológicos interferem,  de fato,  o nosso estado de saúde.